Acne

 foto_p_acne

Sinônimos e nomes populares: espinhas, cravos, acne vulgar.

O que é?
A acne é uma doença multifatorial, muito freqüente, crônica, e em geral autolimitada, que pode levar a cicatrizes e alterações psíquicas. 
A palavra acne vem do grego e quer dizer “eflorescência”, “ponto de elevação”. Manifesta-se por um quadro inflamatório das unidades pilossebáceas (pêlos e glândulas de gordura) de algumas áreas do corpo (rosto, peito e costas).  A acne afeta 80% dos adolescentes, podendo persistir até a idade adulta. A incidência de quadros mais graves é no sexo masculino. Em geral, acomete de forma leve a moderada, porém pode afetar o desenvolvimento psico-social, promovendo isolamento e baixa auto-estima.

Como se desenvolve ?
Pode haver uma predisposição genética influenciada por fatores hormonais, ambientais, cosméticos e emocionais. O aparecimento da acne é, em geral, no início da puberdade até os 20 anos. Atualmente, é muito freqüente a acne na mulher adulta (muitas vezes sem antecedentes desse quadro na adolescência). Nesses casos, é muito importante esclarecer se a causa é hormonal para a correta abordagem terapêutica. Na acne, existe uma produção excessiva de sebo (oleosidade ou seborréia) e a proliferação de uma bactéria – Propionibacterium acnes – como conseqüência do aumento de sebo (que ela utiliza como um substrato para o seu crescimento) e uma descamação anormal do folículo pilossebáceo, levando à inflamação.

O que se sente?
Nas lesões de acne observam-se: cravos pretos, cravos brancos, pápulas (lesões firmes, arredondadas, elevadas e avermelhadas), pústulas (com pus), nódulos (lesões endurecidas e mais profundas) e cistos inflamados. As seqüelas desse quadro podem ser cicatrizes. Os locais de maior comprometimento incluem a face (predominantemente na testa, queixo e nariz, inicialmente) peito e costas. As lesões mais inflamadas podem doer e coçar, podendo romper, drenando secreção com pus.

Como se faz o diagnóstico?
A acne vulgar deve ser diferenciada de erupções acneiformes. As erupções acneiformes são quadros causados por agentes que atuam na pele (contactantes), ou por absorção (endotantes) que podem ser ingeridos, inalados ou injetados. A alteração inicial é a inflamação do folículo pilossebáceo, não ocorrendo cravos. Pode atingir a face, região anterior e posterior do tronco, braços e, eventualmente nádegas e coxas. O quadro apresenta lesões no mesmo estágio (mono-morfo) de evolução aguda ou subaguda.

Como exemplo distinguem-se:
• Acne por cosméticos: cremes muito oleosos;
• Acne por medicamentos tópicos (locais), principalmente corticóides;
• Acne por fricção: por chapéus, capacetes, violino (no pescoço);
• Acne estival: por sudorese excessiva;
• Acne ocupacional: produtos clorados, óleos e graxas; e
• Acne por medicamentos ingeridos ou injetáveis.

Existem muitas medicações que podem causar acne e por isso deve-se estar bem orientado quanto a esse efeito colateral da medicação (inclusive, muito freqüentemente, por complexos vitamínicos). Uma história clínica bem feita, o aspecto e a localização das lesões podem esclarecer o quadro; mas muitas vezes o exame da lesão (biópsia) exclui outras doenças de aparência semelhante. Não esquecer a avaliação hormonal em mulheres com quadro sugestivo de alteração ovariana, supra-renal ou de hipófise com história de ciclos menstruais irregulares, em geral, com mais de 20 anos, com aumento de pêlos no corpo, queda de cabelo difusa com padrão de calvície. Lembrar, também, que no período pré-menstrual ocorrem alterações fisiológicas hormonais, podendo desencadear acne.

Como se trata?
Já existem muitos tratamentos eficazes para a acne. Nos casos mais leves de acne, estão indicados os sabonetes anti-seborréicos e medicações locais que funcionam melhor em associações. Nos casos moderados a severos, há necessidade de tratamentos locais e por via oral, com excelentes resultados, prevenindo muitas vezes cicatrizes. Nunca se deve espremer as lesões, porque além de infeccionar, essa lesões podem manchar a pele ou deixar cicatrizes. Nunca esquecer de investigar as erupções acneiformes, onde a retirada do desencadeante é fundamental para a melhora do quadro. Nas mulheres, estar sempre associando a acne com possíveis alterações hormonais já que na idade adulta significam grande parte das causas desse quadro de aparecimento tardio. Existem medicações hormonais que, se bem manejadas, dão resultados excelentes no tratamento da acne.

Como se previne?
A influência da acne no comportamento do paciente é em geral muito marcante. É importante procurar tratamento já nos estágios iniciais para melhor controle do quadro, sempre com apoio psicológico para o paciente entender o que lhe é proposto e melhor aderir ao tratamento prolongado na maioria das vezes.

Mitos sobre a acne:

A acne vulgar está relacionada com a dieta? “chocolate e alimentos gordurosos causam acne”?
Não existe comprovação científica de que a alimentação cause acne – mas, se houver associação de piora com chocolate, leite, castanhas e excesso de carboidratos, por exemplo, deve-se controlar a ingestão exagerada destes. Uma dieta bem equilibrada contribui para uma pele mais saudável.

A limpeza vigorosa é útil?
A limpeza ou esfregação excessiva pode irritar e inflamar as lesões o que pode causar a acne mecânica. É necessário uma limpeza delicada para remover a oleosidade da pele.

A acne é uma doença que afeta só adolescentes?
Cada vez mais adultos têm acne ou variantes dela.

SAIBA MAIShttp://www.cucas.com.br/


Synonyms and popular names: zit, pimple and blackhead.

Definition
The acne is a multifactorial very common chronic disease and generally self-limited which can lead to scarring and psychological changes. The term acne comes from Greek and means “efflorescence”, “point of elevation.” It manifests by inflammation of a pilosebaceous unit (hair and glands of fat) to some areas of the body (face, chest and back).

The acne affects 80% of adolescents and can persist until adulthood. The incidence of the most serious is in males. In general it attacks in mild to moderate but may affect the psycho-social development promoting isolation and low self-esteem.

How does it develop?
There may be a genetic predisposition influenced by hormonal factors, environmental, cosmetic and emotional. The onset of acne is usually at the beginning of puberty until 20 years. Nowadays it is very common in adult women (often with no history of this condition in adolescence). In such cases it is very important to clarify whether the cause is the correct approach to hormonal therapy. In acne there is an excessive production of sebum (oil or seborrhea) and the proliferation of bacteria – Propionibacterium acnes – as a result of increased sebum which it uses as a substrate for its growth and an abnormal desquamation of the pilosebaceous follicle leading to inflammation.

How do you feel?
In the lesions of acne there are: white and blackheads, papules (rigid, rounded, large and red lesions), pustules (with pus), nodules (hard and deeper lesions) and inflamed cysts. The sequels of this condition can be scarring. The areas of greatest involvement include the face (mostly on the forehead, chin and nose at the beginning) chest and back. More inflamed lesions may itch and hurt breaking and draining secretion with pus.

Diagnosis
The acne vulgaris must be differentiated from Acneiform eruptions. The Acneiform eruptions are caused by agents that act on the skin (contacts) or by absorption (endoctantes) that can be swallowed, inhaled or injected. The initial change is the inflammation of the pilosebaceous follicle not occurring comedones. It can reach the face, the anterior and posterior torso, arms and possibly buttocks and thighs. This condition presents lesions on the same stage (mono-morpho) with acute or subacute development such as

•  acne by cosmetics: very oily lotions;
•  acne by local medications especially steroids;
•  acne by friction: for hats, helmets, violin (in the neck);
•  summer acne: for excessive sweating;
•  occupational acne: chlorinated products, oils and greases and also acne by ingested or injected drugs.

There are many medications that can cause acne so you should be well guided on the side effect of medication (including the complex vitamins). A well done medical history, the appearance and location of lesions may explain this symptom but the examinations of the lesion (biopsy) frequently rule out other disease with similar appearance.

Do not forget the evaluation in women with hormonal suggestive picture of ovarian changes, adrenal or pituitary gland with a history of irregular menstrual cycles, in general, with more than 20 years, with an increase in body hair, hair loss with diffuse pattern of baldness. Remember also that in the pre-menstrual hormonal physiological changes occur and can trigger acne.

Treatment
There are already many effective treatments for acne. In milder cases of acne, the anti-seborrhea soaps are indicated and local medications that work best in associations. In moderate to severe cases, there is need for local and oral treatment with excellent results often preventing scars.
Never squeeze the lesions because in addition to infection such lesions may stain the skin and leave scars. Never forget to investigate the Acneiform rashes where the withdrawal of the trigger is essential to the improvement of this medical history. In women it is always important to associate the acne with possible hormonal changes because in adulthood it means most of the causes of the late arrival. There are hormonal medications that if managed well provide excellent results in the treatment of acne.

Prevention
The influence of acne on the patient’s behavior is often very meaningful. It is important to look for a treatment in the early stages to have better control of the patients’ conditions with psychological support for patients to understand what is proposed and better adhere to the extended treatment in most cases.

Myths about acne

Is the acne vulgaris related to diet? Does chocolate and greasy food cause acne? 
There is no scientific proof that diet causes acne but if it is associated with worsening of chocolate, milk, nuts and excess of carbohydrates, for example, you must control the excessive intake of these. A well-balanced diet contributes to a healthier skin.

Is vigorous cleaning useful?
The excessive cleaning or scrubbing can irritate and inflame the lesions which can cause mechanics acne. It requires a delicate cleaning to remove the oiliness from the skin.

Does acne affect only teenagers?
More and more adults have acne or variants thereof.