Câncer de Pele

O Câncer de pele é um crescimento incontrolável de células da pele.

No século passado existia um caso de câncer de pele para cada 100.000 habitantes. Hoje essa incidência está crescendo assustadoramente. Temos 1 coso para cada 75 pessoas.

O câncer de pele é o mais comum e o mais fácil de prevenir. Nos dias atuais a orientação, prevenção e o diagnóstico são imprescindíveis para a cura.

Erroneamente a população ainda acredita que o bronzeado seja sinônimo de saúde e bem estar, mas, exposições cumulativa da radiação solar desencadeiam o câncer de pele.

Está aprovado que 80% dos danos solares ocorrem antes dos 18 anos de idade..

Os tipos mais freqüentes de câncer de pele são:

1- BASOCELULAR – Usualmente aparece como uma elevação na pele, de aspecto perolado e brilhante. Este câncer de pele se desenvolve em 300.000 a 400.000 pessoas por ano. Contudo a doença não se espalha pelo corpo mas pode causar danos por seu crescimento e invasão no local onde aparece.
2- ESPINOCELULAR – Geralmente se distingui pela cor avermelhada, ulcerado ou não. Ele desenvolve em 80.000 a 100.000 pessoas por ano. A doença pode ser espalhar para outras partes do corpo. Aproximadamente 2.000 mortes ocorrem a cada ano.
3- MELANOMA – Inicialmente aparece como uma pinta marrom ou preta de bordas irregulares e assimétricas. Esta forma resulta em óbito se não detectado e tratado precocemente. Aproximadamente 8.000 mortes por ano.


FIQUE ALERTA !

Qualquer lesão elevada na pele que sangra, coça e não cicatriza, com alterações de cor, tamanho simétrico, de aspecto brilhante, pode ser um câncer de pele.


COMO PREVINIR?

1- Prevenção Primária
• uso de filtro solar;
• exposição solar antes das 10 horas e após as 16 horas;
• evitar utilização de câmaras de bronzeamento artificial.

2- Prevenção secundária – DERMAGRAPHIX
No Brasil, este aparelho detecta precocemente modificações mínimas de lesões pigmentadas, particularmente em peles com múltiplas pintas. Anteriormente, o acompanhamento desses casos era somente efetuado de forma precária. Hoje a Dermagraphix melhora em 80% o diagnóstico precoce de melanoma e com a grande vantagem de evitar retiradas cirúrgicas desnecessárias que provocam em alguns pacientes várias cicatrizes inestéticas.


The skin cancer is an uncontrolled growth of cells of the skin.
In the last century there was a case of skin cancer for every 100,000 inhabitants. Today the incidence is growing alarmingly. We have a case for every 75 people.

The skin cancer is the most common and easiest to prevent. Nowadays the guidance, prevention and diagnosis are essential to healing.

The people still mistakenly believe that the tan is a synonym of health and welfare but cumulative exposure to sunlight trigger off the skin cancer. It is approved that 80% of sun damage occurs before the age of 18 years.

The most frequent types of skin cancer are:

1. Basal cell carcinoma – it usually appears as a rise in the skin, pearly-looking and shiny. This skin cancer develops in 300,000 to 400,000 people per year. However the disease does not spread by the body, it can cause damage to its growth and invasion at the site where it appears.

2. Squamous Cell Carcinoma – it is usually distinguished by the red color, ulcerated or not. It develops in 80,000 to 100,000 people per year. The disease can be spread to other parts of the body. Approximately 2,000 deaths occur each year.

3. Melanoma – It initially appears as a brown or black spot of irregular and asymmetrical edges. This form results in death if not detected and treated early. Approximately 8,000 deaths per year.

WATCH OUT!

Any high injury on the skin that bleeds scratches and not heal with changes in color, symmetrical size, shiny-looking can be a skin cancer.

HOW TO AVOID IT:

1 – Primary Prevention
• Use of sunscreen
• Sun exposure before 10:00 a.m. and after 4:00 p.m.
• Avoid using cameras to artificial tanning

2 – Secondary Prevention – DERMAGRAPHIX

In Brazil this device detects early minimum changes of pigmented lesions particularly in skin with multiple spots. Previously the monitoring of such cases was done so precarious. Today Dermagraphix improves an 80% in early diagnosis of melanoma and provides a great advantage of avoiding unnecessary surgical withdrawals that cause several unaesthetic scars in some patients.