Herpes

Herpes Simples

O que é:
É uma infecção causada pelos vírus herpes simples. O vírus é contagioso e permanece dormende (adormecido) no tecido nervoso.
A transmissão da infecção ocorre por contato pessoal. As partículas virais infectam pela mucosa ou por soluções de continuidade da pele. A primo infecção herpética é encontrada em indivíduo que nunca tiveram contato prévio com o vírus sem proteção imunológica.

O período de incubação da primo-infecção é em torno de 10 dias. Quando discreta ou assintomática passa despercebida e o individua torna-se portador do vírus sem apresentar sintomas. Após a infecção primária, o vírus permanece em latência em gânglios de nervos cranianos ou espinhas. Quando reativados por várias causas migra através de nervo periférico e retorna a pele ou mucosa. É o herpes simples recidivante.

O vírus pode ser transmitido na ausência da lesão clínica ou portador sem sinais de infecção. Esta possibilidade explica o herpes genital, por contato sexual com parceiro clinicamente sadio. Eventualmente nestes casos a infecção pode ocorrer após longo tempo de relacionamento sexual.

Tratamento:
Pomadas à base de aciclovir, valaciclovir, penciclovir e famciclovir.

Herpes- Zóster

O que é:
É uma erupção cutânea dolorosa com bolhas causada pelo vírus varicela-zóster, o vírus que causa a catapora e que permanece inativo (se torna dormente) em alguns nervos do corpo. A lesão ocorre quando o vírus se torna ativos novamente nesses nervos muitos anos depois.

A lesão pode se desenvolver em qualquer faixa etária, mas é mais provável que ocorra se você:
•Tiver mais de 60 anos
•Teve catapora com menos de 1 ano
•Seu sistema imunológico estiver enfraquecido por medicamentos ou doenças
•Se um adulto ou criança que não tiveram catapora ou não se vacinaram contra a catapora tiverem contato direto com uma erupção em alguém, eles poderão apresentar catapora e não Herpes Zóster.

Sintomas:
•O primeiro sintoma normalmente é uma dor unilateral, formigamento ou queimação. A dor e a queimação podem ser graves e normalmente estão presentes antes do aparecimento de erupções.
•Manchas vermelhas na pele, seguidas por pequenas bolhas, se formam na maioria das pessoas.As bolhas se rompem, formando pequenas úlceras que começam a secar e formar crostas. As crostas caem em 2 a 3 semanas. A cicatrização é rara.
•As erupções normalmente envolvem uma área estreita saindo da coluna até a área frontal da barriga ou do tórax e podem abranger o rosto, os olhos, a boca e as orelhas.
•Sintomas adicionais podem incluir: dor abdominal, calafrios, dificuldade para mover alguns músculos do rosto, pálpebras caídas (ptose), febre e calafrios, sensação de mal-estar geral, lesões genitais, dor de cabeça, perda da audição, dor nas articulações, perda do movimento dos olhos, glândulas inchadas (linfonodos), problemas no paladar, problemas de visão, dor e fraqueza muscular.Tratamento:
Pomadas à base de aciclovir, famciclovir e velaciclovir.
Alguns medicamentos anti-inflamatórios fortes chamados corticóides, como a prednisona, podem ser usados para reduzir o inchaço e o risco de dor contínua.

Outros medicamentos podem incluir:
•Antihistamínicos para reduzir a coceira (tomados por via oral ou aplicados na pele)
•Analgésicos
•Pomada que contém capsaisina (um extrato de pimenta) que pode reduzir o risco de neuralgia pós-herpética

Compressas úmidas frias podem ser usadas para reduzir a dor. Banhos e loções calmantes, como o banho de aveia coloidal, banhos de amido ou loção de calamina podem ajudar a aliviar a coceira e o desconforto.