WhatsApp

O nome técnico da unha é aparelho ungueal. Ele é formado por: Lâmina ungueal (a unha propriamente dita); Leito ungueal, pele que fica logo abaixo da lâmina;  Matriz (fábrica da unha) e Tecidos periungueais.

Sua principal função é proteger de traumas e choques. Também tem a missão de defesa e serve para apreender objetos, tem importância ornamental e o seu aspecto pode até mesmo revelar doenças sistêmicas.

A cutícula é uma estrutura de pele mais grossa que margeia toda a parte aderida da lâmina ungueal. Ela forma uma espécie de selo e não deve ser removida. Sua função principal é justamente a de impedir a entrada de substâncias e micro-organismos que possam penetrar e atingir a matriz ungueal.

ONICOMICOSE

A onicomicose é uma infecção nas unhas, causada por fungos que se alimentam da queratina, proteína que forma a maior parte das unhas. As unhas dos pés são as mais afetadas por enfrentarem ambientes úmidos, escuros e quentes com maior frequência do que as mãos. Esse ambiente é considerado ideal para o crescimento dos fungos.

Veja alguns tipos de micoses de unhas:

Descolamento da borda livre

Forma mais frequente em que a unha se descola, geralmente iniciando pelos cantos. O espaço fica oco, podendo acumular restos de queratina e bactérias, além dos fungos. O aspecto fica amarelado ou esbranquiçado. Nem toda a unha que está descolada sofre de micose. Isso pode acontecer pelo trauma de unhas compridas nos sapatos e em pessoas que correm ou praticam esportes de impacto como tênis e futebol.

Espessamento

Ocorre quando as unhas ficam mais duras e grossas e, geralmente, também escurecem. Pode doer. Não necessariamente toda a unha com esse aspecto sofre de micose.

Leuconíquia

É quando aparecem manchas brancas na superfície da unha. Isso pode ser o início de uma micose ou pode ser decorrente do ressecamento das unhas.

Destruição e deformidades

A unha fica frágil e quebradiça e isso pode levar às mais diversas deformidades.

Paroníquea

Geralmente causada por um tipo de fungo chamado de Candida, que é um fungo oportunista. Inicialmente há inflamação, com dor e vermelhidão da pele ao redor da unha. Isso acaba se tornando crônico e leva à perda da cutícula, que deixa de crescer. Com o tempo, a inflamação cede e há um aumento da pele dessa região, que se torna espessada e endurecida. Nesse momento, começa a ocorrer uma alteração no formato da unha e ela cresce ondulada e com alterações de cor e na superfície.

Essa inflamação da pele ao redor da unha, ou seja, do tecido periungueal, pode ser provocada por fungos e bactérias, mas a principal causa é a umidade constante da mão, principalmente em pessoas que manipulam muito a água e produtos de limpeza. Ela é popularmente conhecida como mão de lavadeira ou unheiro.

UNHA EM TELHA

É o pinçamento do leito ungueal gerado pela hipercurvatura da unha, resultando em uma unha de formação cônica, que apresenta sensibilidade dolorosa e constitui um problema estético.

UNHA ENCRAVADA

Unha encravada: manifestação que ocorre quando a unha penetra na pele causando dor e inflamação. O hábito errado de cortar os cantos das unhas e o uso constante de sapatos apertados e de bico fino provocam a entrada da unha na pele, formando uma barreira ao seu crescimento. A pele ao redor da unha se apresenta inflamada, inchada, avermelhada e muito dolorida, podendo ocorrer a eliminação de pus e a formação de um tecido esponjoso.

DICAS
Para evitar o encravamento os cantos das unhas devem ficar maiores. Corte a unha “quadrada” para impedir a sua entrada na pele