A escolha certa contra o melasma.

Você sabia que disfunções na melanina podem causar manchas escuras conhecidas como melasma? Este distúrbio pode surgir em diferentes partes do rosto e do corpo, especialmente nas que ficam expostas ao sol.

Manchas que precisam de atenção.

Melasma na pele é um problema que precisa de muita atenção. Quando as marcas ganham uma coloração amarronzada e formato irregular, a melhor solução é procurar um dermatologista, pois há chances de ser um caso de melasma. Essas manchas na pele são complicadinhas de tratar e, por isso, todo cuidado na rotina de skincare é fundamental, principalmente com o uso do protetor solar.

Para o tratamento das manchas de melasma, o recomendado é investir em um protetor com ação antimanchas e FPS alto, de 50 ou mais, com o objetivo de corrigir essas imperfeições de forma mais eficaz.

Para entender mais sobre o melasma e como o protetor solar antimanchas pode ajudar no tratamento continue lendo este post.

Quais são as causas do melasma?

Fundamentalmente o melasma é causado pelo sol e pela claridade (chamada atualmente de luz visível), por isso, as medidas de proteção são imprescindíveis para o tratamento. É importante ressaltar que o melasma é uma doença de pele crônica, que ainda não tem cura e que, portanto, os cuidados devem ser constantes.

Por que o protetor solar é tão importante?

O sol é benéfico em pequenas doses para o humor e os níveis de vitamina D, mas o excesso de exposição tem efeitos nocivos em curto e longo prazo.

No curto prazo, a exposição aos raios UV pode causar:

• Queimadura solar

• Dermatite solar

• Distúrbios de pigmentação

• Acne

• Fotossensibilidade

• Fotoimunossupressão

No longo prazo, o sol pode causar o envelhecimento precoce da pele e os dois principais tipos de câncer de pele:

• Carcinoma basocelular

• Melanoma

O que fazer para evitar os danos do sol?

Para evitar danos em curto e longo prazo causados pela exposição aos raios UV, use um protetor solar UVA-UVB diariamente e tenha um comportamento inteligente em relação ao sol, ficando à sombra quando o sol estiver forte e usando chapéus, óculos de sol e roupas protetoras.

Qual é o papel do protetor solar no tratamento das manchas de melasma?

O protetor solar é a principal ferramenta na prevenção das manchas na pele e do envelhecimento. Quanto menos exposição ao sol ao longo da vida, melhor será a qualidade da pele.

Recentemente foi esclarecido o papel da claridade solar nos mecanismos que levam ao surgimento ou à piora do melasma e, por isso, atualmente recomenda-se o uso do protetor solar com cor.

Os filtros que têm cor de base possuem um pigmento chamado óxido de ferro, que quando apresentam concentrações acima de 3% conseguem proteger a pele contra a luz visível e por isso são mais eficazes no controle das manchas na pele.

Protetor solar ativos despigmentantes.

O grande aliado no tratamento das manchas.

Alguns protetores, além de terem amplo espectro e proteção contra radiação UVA e UVB e luz visível, também possuem ativos despigmentantes, como LHA, niacinamida e PHE resoricinol. Essas substâncias podem fazer parte do arsenal do seu tratamento antimanchas, além de otimizar as etapas da rotina de skincare.

Contra o melasma vá de skincare.

O skincare é a rotina de cuidados diários que você deve ter com a sua pele, o que inclui limpeza, esfoliação e uso de dermocosméticos indicados pelo dermatologista. Aposte nesses cuidados e tenha uma pele sempre bonita, hidratada e protegida.

Os especialistas indicam que esse cuidado deve ser feito o quanto antes, para prevenir os sinais do envelhecimento precoce.

Fontes: Dermaclub e Larouche.

Gostou de saber mais sobre o assunto?

Compartilhe este conteúdo com seus amigos!

Depois de ter lido este post, esperamos que você tenha tirados todas as suas dúvidas!

Você tem melasma, mas ainda não fez um tratamento adequado?