Ter uma pele mais jovem é possível com os novos tratamentos a laser disponíveis atualmente.

O laser de CO2 fracionado é um procedimento estético indicado para o rejuvenescimento da pele. Ele ajuda no combate às rugas de todo o rosto sendo também ótimo para eliminar manchas escuras e remover as cicatrizes de acne.

Saiba como é feito o tratamento.

O tratamento é realizado no consultório, no qual se aplica o laser na região que se quer tratar. Geralmente, aplica-se um creme anestésico antes do tratamento e os olhos do paciente são protegidos para evitar lesão ocular. O terapeuta demarca a região a ser tratada e a seguir aplicar o laser com diversos disparos seguidos, mas não sobrepostos, que podem provocar algum desconforto nas pessoas mais sensíveis, e por isso é aconselhado o uso do anestésico.

Para que é indicado?

O laser CO2 fracionado é indicado para pessoas que querem rejuvenescer a pele, remover de cicatrizes em geral (como de acne) e estrias ou acabar com a flacidez. Ele é excelente para rugas, pois consegue atingir diversas superfícies da pele, nivelando sua estrutura. Além disso, como o laser CO2 total, ele estimula a produção de colágeno nas áreas em que agride a pele, dando a elas uma aparência mais jovem.

Quantas sessões são necessárias?

O número de sessões varia de acordo com os objetivos do paciente, e podem ser de duas até cinco sessões. A periodicidade também varia de acordo com a indicação, e vai de 45 dias até três meses, de acordo com a orientação do médico.

No geral, a melhoria na pele causada pelo laser CO2 é duradoura, mas como o envelhecimento é um processo constante, no geral é necessária a reavaliação com o médico anualmente ou mesmo a cada seis meses, para verificar a necessidade de reaplicação desse laser.

Cada sessão dura de 20 a 30 minutos, e se for contato o tempo de aplicação dos cremes anestésicos, leva-se uma hora no total.

Cuidados antes do tratamento:

Algumas vezes é necessário fazer um tratamento preventivo com o dermatologista para herpes e bactérias sete dias antes da aplicação do laser. Antes da sessão, a pele precisa estar complete limpa e desengordurada. Também é importante que a pele não esteja bronzeada. Já o uso de ácidos e cremes é permitido até 2 dias antes do procedimento.

Cuidados pós-tratamento:

Após a realização do procedimento é necessário aplicação diária de cremes hidratantes e reparadores indicados pelo médico, e protetor solar com fator de proteção acima de 30. Enquanto durar o tratamento é recomendado não se expor ao sol, e usar chapéu para proteger a pele dos efeitos nocivos do sol. Caso a pele fique aparentemente mais escuras em certas áreas a seguir o tratamento o terapeuta pode indicar um creme clareador até a próxima sessão.

Com a pele reage no pós-tratamento?

Após o tratamento com laser de CO2 fracionado a pele fica avermelhada e inchada durante aproximadamente 4-5 dias, havendo uma suave descamação de toda a região tratada.

Dia após dia pode-se notar uma melhora na aparência geral da pele, porque o efeito do laser sobre o colágeno não é imediato, provendo a sua reorganização, o que pode ser mais evidente após 20 dias de tratamento. Ao final de aproximadamente 6 semanas pode-se observar que a pele fica mais firme, com menos rugas, menos poros abertos, menor relevo, melhor textura e aparência geral da pele.

Em quais casos o procedimento com laser de CO2 fracionado é contraindicado?

  • Para quem tem pele negra ou cicatrizes muito profundas ou queloides;
  • Em pessoas com doenças de pele, como vitiligo, lúpus ou herpes ativa;
  • Durante o uso de alguns medicamentos, como fotosensibilizantes, anticoagulantes orais e a isotretinoína para tratamento da acne;
  • Pacientes com problema de cicatrização hipercrômica (cicatrizes escuras) ou hipocrômicas (cicatrizes claras) também devem ser avaliados;
  • O procedimento também não é indicado para grávidas, já que não há estudos que comprovem a segurança para elas.

Entenda as possíveis complicações.

Como a pele fica sensível com esse tipo de tratamento, há o risco de infecções. Além disso, o processo pode muitas vezes gerar cicatriz, queloides ou mesmo manchas – como a pele do brasileiro é uma mistura do europeu com o africano e o índio, mesmo quando ela é branca, tem uma grande capacidade de pigmentação, o que torna esse último problema mais comum. Além disso, outra complicação possível é vermelhão (eritema) persistente na pele.

Veja o que você pode fazer para potencializar o tratamento com laser de CO2 fracionado.

  • Tenha uma alimentação rica em proteínas As proteínas de alto valor biológico ajudam a estimular a formação de colágeno na pele.
  • Use protetor com FPS acima de 30 ajuda a minimizar os efeitos da radiação solar na pele, que pode causar envelhecimento e manchas, além de câncer de pele!
  • Evite o cigarro porque ele entope os micro vasinhos da pele, o que diminui o aporte de oxigênio e nutrientes e a consequente diminuição da vida das células que produzem as fibras colágenas.

Procedimentos que podem ser associados com o laser de CO2 fracionado para promover mais benefícios:

  • Botox: aliado ao CO2 promove um efeito lifting na pele, aumentando muito o rejuvenescimento, principalmente na área dos olhos.
  • Preenchimento com ácido hialurônico: auxilia na suavização de rugas mais profundas da pele.
  • Luz intensa pulsada: auxilia o laser CO2 na redução de manchas na pele com mais eficiência.
  • Ácido retinoico: cremes com este ácido na composição ajudam a preparar a pele para o procedimento e podem potencializar resultados depois, mas devem ser usado com indicação médica, já que também causam uma certa agressão na pele.

Fontes: Minha Vida e Tua Saúde.

Gostou de saber mais sobre o assunto?

Compartilhe este conteúdo com seus amigos!

Depois de ter lido este post, esperamos que você tenha tirados todas as suas dúvidas!

Que tal fazer um tratamento de CO2 fracionado aqui na Clínica Dermac?

Agende sua consulta pelo nosso whatsapp:

(34) 99182-8405