Assim como os olhos, os cabelos também são responsáveis por harmonizar a beleza do rosto e quando eles começam a ralear ou cair atingem diretamente o ponto nevrálgico de homens e mulheres: a vaidade.

Mas calma porque nem tudo está perdido. Para ajudar a recuperar a saúde e a beleza dos seus cabelos, a terapia capilar vem se firmando como uma excelente alternativa de tratamento. 

Antes de saber mais detalhes sobre a terapia capilar, vamos entender primeiro como ela atua na saúde do couro cabeludo.

A terapia capilar trabalha com um conjunto de ações terapêuticas que combinam técnicas manuais, aparelhos e cosméticos desenvolvidos para tratar e prevenir doenças do couro cabeludo e da haste capilar. Ela realiza análises profundas para encontrar soluções para algumas condições que alteram a estrutura e o aspecto dos fios, como caspa, quebra e queda, calvície, infecções, fungos, etc.

Você sabia que existem cerca de 2.500 motivos que podem levar à perda dos fios?

Para lidar com milhares de dúvidas e problemas relacionados aos cabelos, o tricologista é o especialista certo. A tricologia é uma especialização

na dermatologia, o que assegura aos pacientes tratamentos mais seguros e com melhores resultados.

Para entender melhor, a função do tricologista é promover a saúde capilar, enfatizando a desintoxicação, o aumento da oxigenação e favorecendo a distribuição de nutrientes para os cabelos. Para isso, dispõe de exames, técnicas e diagnósticos detalhados para indicar o procedimento mais adequado ao seu caso.

Principais fatores da queda de cabelo:

  • Síndrome metabólica;
  • Tabagismo;
  • Anemia;
  • Dietas radicais;
  • Doença renal crônica;
  • Sífilis;
  • Caspa;
  • Micose
  • Ovário policístico;
  • Estresse crônico.

Quer saber como a tricologia pode ajudar você a recuperar a beleza dos fios?

Continue lendo este conteúdo!

Conheça os principais benefícios da terapia capilar.

  • Melhora a oxigenação e circulação sanguínea do couro cabeludo;
  • Diminui a descamação;
  • Reduz a oleosidade e a queda capilar;
  • Melhora e trata a caspa (dermatite seborreica);
  • Trata a coceira e a sensibilidade do couro cabeludo.
  • Promove a autoestima;

Em quais casos a terapia capilar é indicada?

Entre as mais comuns podemos destacar: 

  • Queda excessiva dos fios;
  • Rompimento da haste;
  • Oleosidade seguida de inflamações;
  • Descamação do couro cabeludo;
  • Desgaste da haste por ação ou sobreposições químicas;
  • Alopécias.

Quais são os tratamentos mais utilizados?

Via oral

Individual ou conjuntamente, o uso de medicamentos pode auxiliar a tratar alguma disfunção orgânica. Por exemplo, em caso de anemia, é possível que sejam receitadas vitaminas para completar a dieta. Algumas substâncias também podem auxiliar na prevenção e no tratamento da calvície.

Infiltrações capilares

Consiste na infiltração de medicamentos diretamente no couro cabeludo, com o auxílio de seringas e microagulhas.

Pode ser utilizada tanto em quadros de eflúvio telógeno e alopécia androgenética, quanto em casos de doenças como alopécia frontal fibrosante, alopécia areata e líquen plano pilar. Nestas últimas doenças citadas, utiliza-se o corticoide intralesional para reduzir a inflamação e atividade de doença.

Podem ser utilizadas também medicações isoladas ou em associação, como o minoxidil, finasterida, complexos vitamínicos e fatores de crescimento. Juntos, esses medicamentos estimulam a circulação sanguínea e o crescimento dos fios em tamanho e espessura.

Laser fracionado com drug delivery

São utilizados medicamentos concentrados para estimular o crescimento e fortalecimento capilar. Como o alcance destas substâncias é maior, por penetrarem mais profundamente e em maior concentração, os resultados são mais efetivos comparados aos tratamentos tópicos. 

Os orifícios na pele podem ser realizados com agulhas (roller) ou pelo laser fracionado (fraxel), que apresenta menor dor e maior conforto na aplicação.

Low level light therapy 

Utiliza laser díodo de baixa potência com o objetivo de ativar e prolongar a fase de crescimento capilar, além de melhorar a densidade do cabelo. Possui efeito fotobioestimulador, que aumenta a produção de energia celular, através do estímulo às mitocôndrias. Também estimula o processo de cicatrização e a síntese de colágeno, aumenta a síntese de citocinas e de fatores angiogênicos. Dessa forma, promove a vasodilatação, aumenta o fluxo de oxigênio e o aporte de nutrientes no bulbo capilar, o que lhe garante ação anti-inflamatória e antioxidante. 

É um tratamento indicado para alopécia androgenética (calvície) e outras doenças do couro cabeludo. É indolor e não invasivo. Não há necessidade de cuidados depois à sua realização.

Microinfusão de medicamentos na pele

Trata desde eflúvio telógeno (queda acentuada dos fios) até a alopécia androgenética (calvície).

É possível também melhorar o aspecto dos cabelos, estimulando a formação de fios mais saudáveis, brilhantes e resistentes.

Em cada situação escolhem-se as medicações adequadas para infiltrar a área afetada do couro cabeludo. A aplicação é feita na área afetada do couro cabeludo sob bloqueio anestésico com intervalo mensal. 

A quantidade de sessões necessárias depende do estágio da doença e tratamento, mas são necessárias pelo menos três sessões.

Dicas para evitar problemas e doenças no couro cabeludo.

  • Não passe muito tempo sem lavar os cabelos;
  • Evite muitas químicas;
  • Não tome remédios sem consultar um médico;
  • Use sempre o shampoo adequado para o seu tipo de cabelo;
  • Use uma escova adequada aos seus fios.
  • Alimente-se bem.
  • Consulte regularmente um dermatologista/tricologista.

Fontes: Bio Cursos, Research Gate, Haskell Cosméticos.

plugins premium WordPress